Mitos e verdades sobre o câncer de mama

 

Existem muitos mitos sobre o câncer de mama. Alguns destes mitos acarretam falsas seguranças e falhas na prevenção desta doença que é prevenível e curável.

 

 

  • Não tenho história familiar de câncer de mama, meu risco é menor

Mito – só 5 a 10% dos casos tem relação familiar/hereditária.

 

  • Uso de desodorante causa câncer de mama

Mito – não existe relação de nenhum tipo de desodorante e o câncer de mama. Existem estudos relacionando os desodorantes que contém alumínio à intoxicação com este metal, mas nenhuma associação ao câncer.

 

  • Sutiã causa câncer de mama

Mito – o Sutiã é o melhor “amigo dos peitos”, como dizia um professor meu do INCA (Instituto Nacional de Câncer). Ele auxilia no tratamento das dores pré-menstruais e no pós operatório de cirurgias mamárias.

 

  • Posso prevenir o câncer de mama com alimentaçãoVerdade – Diversos estudos demonstram que alimentos com ação anti-inflamatória e estimulantes do sistema imunológico previnem o aparecimento de alguns tipos de câncer, inclusive o de mama. Alguns destes alimentos são: alho, Omega 3 (salmão, sardinhas, atum, linhaça, chia…), castanhas (do Pará, amêndoas, nozes…), frutas vermelhas, entre outras.

 

  • Consumo de soja aumenta o câncer de mama

Controverso – A soja possui um fitoestrogênio que age nos receptores do estrogênio da mulher, com potencial de estimular o câncer de mama. Estudos com japonesas não comprovam este raciocínio, mas devemos lembrar que as japonesas consomem principalmente a soja fermentada (tofu, missoshiro e missô).

 

Os brasileiros pelo fácil acesso e baixo custo estão utilizando diversos alimentos a base de soja, muitas vezes transgênicas, com uma falsa sensação de alimento saudável. O equilíbrio e bom senso devem prevalecer nas nossas decisões.

 

  • Baixos níveis de vitamina D aumentam o risco de câncer de mama

Verdade – Diversos estudos demonstram que baixos níveis de vitamina D aumentam o risco de câncer de mama. Mesmo numa cidade de clima tropical como Salvador, a rotina das pessoas dentro das casas e edifícios e uso exagerado de bloqueadores solares tem criado uma epidemia de baixos níveis de vitamina D. Lembrar que exposição excessiva ao sol deve ser evitada por risco de câncer de pele.

 

  • Exercício físico previne câncer de mama

Verdade – o exercício físico regular aeróbico diminui o risco de desenvolver o câncer de mama. Dados do INCA demonstram que 28% dos casos desta doença são preveníveis por mudanças alimentares e de prática regular de exercício físico.

 

  • Beber água numa garrafa plástica deixada no carro causa câncer de mama

Controverso – Ainda não existem estudos específicos, porém alguns plásticos ao serem aquecidos (carro ou micro-ondas) ou congelados liberam substâncias tóxicas. As duas mais conhecidas são: dioxina, comprovado cancerígeno e o bisfenol A, que estimula os receptores de estrogênio. Existem estudos em andamento associando o bisfenol-A com o câncer de mama, endometriose, hiperatividade infantil e distúrbios tireoidianos.

 

  • Pessoas obesas tem mais câncer de mama

Verdade – Estudos comprovam que a obesidade após a menopausa, aumenta o risco de câncer de mama, além de aumentar a chance de retorno da doença em mulheres que já o tiveram.

 

  • A primeira gravidez após os 30 anos aumenta o risco de câncer de mama

Verdade – Mulheres que não tiveram filhos ou que tiveram após os 30 anos tem risco aumentado sim.

 

  • Prótese de silicone causa câncer de mama

Mito – As próteses se colocadas dentro da glândula podem dificultar a detecção da doença, mas elas não geram o câncer.

 

  • Uso de bebida alcoólica e cigarro aumentam o risco da doença

Verdade – Pessoas que fumam e bebem tem maior risco de câncer de mama.

 

  • Faço o auto-exame das mamas, não preciso de mamografia

Mito – A mamografia detecta um câncer de mama até 1 ano antes dele ser palpável e portanto ser detectado no exame clínico dos médicos ou no auto-exame.

 

  • Emoções negativas causam câncer

Verdade – Emoções negativas e estresse intensos e descontrolados causam câncer de mama. Ninguém vive numa bolha e todos passam por estas emoções e estresses, mas devem aprender a controlá-las, seja com uma prática religiosa, meditação, ioga ou uma roda de amigos cultivando a felicidade.

Cadastre seu email e receba informações em primeira mão.

Clínica inova com serviço de diagnóstico rápido – Edição Setembro 2016

Clínica inova com serviço de diagnóstico rápido – Edição Setembro 2016

Abrasivo Digital