O que é BIRADS?

 

Por Dra. Lucila de Freitas Peixoto

 

 

É uma padronização da linguagem utilizada no sistema de laudos e registros de dados de imagem da mama desenvolvida pelo Colégio Americano de Radiologia na década de 90.

 

É uma ferramenta de garantia de qualidade destinada a uniformizar relatórios, padronizar os termos empregados, bem como sugerir melhores condutas, otimizando o laudo final, reduzindo as margens de dúvidas na interpretação das imagens e facilitando o monitoramento dos resultados.

 

São utilizadas categorias de avaliação, as quais ajudam os clínicos a compreender a disposição de seus pacientes no contexto diagnóstico. Anteriormente o BI-RADS® era restrito à área da mamografia, hoje foi incorporado pelas áreas de ultrassonografia e ressonância magnética, facilitando a comunicação entre todos os envolvidos no processo de investigação diagnóstica por imagem da mama.

 

Categorias:

 

0 – avaliação incompleta; necessita de avaliação por imagem adicional e/ou exames anteriores para comparação;

1 – achados negativos; sem achados de malignidade;

2 – achados benignos; sem achados de malignidade;

3 – achado provavelmente benigno; menos de 2% de risco de malignidade; é necessário seguimento inicial a curto prazo (6 meses) seguido por exames anuais por 2 a 3 anos para que a estabilidade seja demonstrada;

4 – achado suspeito; investigação com punção ou biópsia deve ser considerada. Subdivisão em 4A (baixa suspeita de malignidade), 4B (suspeita intermediária de malignidade) e 4C ( suspeita moderada de malignidade);

5 – achado altamente suspeito; mais de 95% de risco de malignidade, avaliação histológica (punção ou biópsia) é necessária;

6 – achado maligno comprovado por biópsia; conduta terapêutica adequada.

Cadastre seu email e receba informações em primeira mão.

Clínica inova com serviço de diagnóstico rápido – Edição Setembro 2016

Clínica inova com serviço de diagnóstico rápido – Edição Setembro 2016

Abrasivo Digital